terça-feira, 7 de maio de 2013


Depois de ter entrado neste maravilhoso mundo ao ter comprado um vasinho de pimentinhos amarelos, decidi arriscar e experimentar coisas diferentes, nomeadamente começar a plantação pelo inicio, fui a uma daquelas casas que vendem sementes e a minha escolha recaiu sobre os tomates cherry (também conhecido como tomate cereja) e é esse fruto que irei utilizar como exemplo neste "Hortas Caseiras Em 10 Passos".


No inicio pareceu-me uma boa ideia, pela simplicidade da planta, poucos cuidados associados e pelo seu rápido crescimento, acontece que escolhi mal o tempo de cultivo pois aprendendo com os meus próprios erros vi que semear sementes de tomate cereja em pleno mês de Novembro sem qualquer tipo de protecção não é a melhor forma de plantar. 

Passado um mês consegui ter boas plantinhas com três camadas de folhas, mas devido ao frio (e ao excesso de rega) começaram aos poucos a ficar amarelas desde o caule até às folhas acabando por mirrarem e acabarem por morrer completamente.

Vamos então aprender os 10 Passos de como plantar em Hortas Caseiras!

Passo 1 - Sementes

O passo 1 começa por plantar em semente, quem preferir plantar as mudas segue para o Passo 2. 

Quem precisar de conselhos sobre onde arranjar as sementes ou qualquer tipo de acessório para cultivar veja o nosso post sobre "Como Escolher Sementes".

Em termos das sementes já experimentei de várias empresas e penso que todas elas são muito boas.

Essas foram as minhas escolhidas.
Passo 2 - Onde Plantar

Existe uma variedade enorme de locais onde plantar, isso fica ao critério e à imaginação de cada um, no meu caso eu uso vários recipientes.

Floreira - Vaso
Garrafas PET - Garrafões Plástico
Para saber mais informações sobre este tema veja o nosso post: "Onde E Como Plantar".

Passo 3 - Escolher a Terra

Para quem não quer ter um investimento muito elevado pode sempre fazer como eu, comprar simples sacos de terra à venda em qualquer loja da especialidade ou drogarias, e ir tratando dela de tempos a tempos.
Uma pequena dica para quem está a começar, compre os sacos já preparado à venda em qualquer horto ou drogaria e siga em frente, este é um assunto que você pode ir aprendendo com a sua experiência como agricultor de ocasião.

 
                                             20L Vegetal                      45L Universal

Existem imensos truques para uma terra mais rica em nutrientes mas a maior parte dela consiste em utilizar adubos químicos. Não uso qualquer tipo de químicos no meu cultivo portanto fica na vossa consciência.
Mais para a frente irei fazer um post sobre "Composto Orgânico" para poderem aprender como fazer composto com o vosso lixo diário orgânico cheio de vitaminas e zero químicos.

A melhor forma de se ter um bom substrato é tentar conjugar vários materiais criando assim o solo perfeito para as plantas se desenvolverem da melhor maneira possível de acordo com as necessidades de cada um, desde terra orgânica, areia, composto, casca de pinheiro, húmus de minhoca, estrume de cavalo, adubo e outro tipo de coisas tudo vale para poder plantar.

Passo 4 - Como Plantar (Preparação)

Depois de escolhidas as sementes, o local de cultivo e a terra chegou a hora de juntar tudo e começar o verdadeiro desafio, apesar de existir, mais uma vez, várias formas de o fazer, vou dar o meu exemplo pessoal que foi criado com poucos conhecimentos de inicio e melhorando à medida que ia errando e aprendendo com os mais entendidos.


Passo 5 - Drenagem

Qualquer que seja o local (vaso, floreira, garrafa pet ou garrafão) existe sempre factores importantes, o primeiro deles é a drenagem (escoamento das águas em excesso).

Para isso basta criar pequenos orifícios onde a água em excesso possa sair da terra, criando assim condições para uma boa humidade, à prevenção do aparecimento de doenças nas raízes que em muitos casos leva à morte da plantinha. 

 

Em quase todos os vídeos e conselhos na Internet sobre como plantar é aconselhado usar argila expandida ou pequenas pedras (próprias para o efeito) para facilitar também a drenagem e uma manta bidim que tem como função não deixar o substrato (terra) descer e sair pelos orifícios criados. Eu, particularmente, nunca usei nada desse material e posso dizer que não tenho tido problemas desde que se vá controlando bem as regas para não ser demasiado, portanto sobre este assunto fica ao critério de cada um.

  

Passo 6 - Substrato

Depois de escolhido o substrato a utilizar (ver passo 3 - escolher a terra) colocar enchendo quase por completo o vaso que escolheu para o efeito deixando apenas um dedo da superfície. Não calque muito a terra para que a mesma não fique demasiado dura o que dificulta o crescimento das raízes.

Passo 7  - Juntar Sementes ou Mudas

Chegou a hora de plantar aquilo que você escolheu ver crescer na sua mini horta. Não existe um segredo para uma boa plantação, de acordo com a planta que você escolher cada uma tem a seu medida média de profundidade, por isso informe-se sobre a sua escolha, respeitando também a largura que deve ter as plantinhas para não ficarem demasiado perto e correrem o risco de não crescer. 

 

Exemplo das minhas plantações de Tomate Cherry. Gosto de plantar dessa forma, um buraco de 0,5 centímetros colocando 2 sementes em cada espaço num total de 3 plantas apenas por um garrafão de 5 litros na primeira imagem, ou então uma muda comprada já nesse tamanho e plantar num vaso pequeno, igual à segunda imagem, ajudando o seu crescimento com uma estaca improvisada.

Passo 8 - Rega 

Este Inverno/Primavera não tem sido muito amiga do cultivo, sobretudo com as demasiadas chuvas que foram caindo, apesar das minhas plantações estarem abrigadas, a terra demora demasiado tempo a secar o que significa um cuidado redobrado sobre as regas, normalmente rego uma vez por dia, sempre ao fim do dia/noite desde que a mesma apresente necessidade disso, para tal, coloco um dedo na terra até aproximadamente 3 centímetros sentindo se a mesma ainda está "molhada". A rega prefiro a menos do que a mais, apesar de ter todos os meus "vasos" furados para ajudar a drenagem.

Passo 9 - Podar

Existem várias plantações que exigem uma poda recorrente, de acordo com cada variedade tem a sua forma de podar, mais para a frente irei fazer um post sobre isso e actualizarei este mesmo artigo. Até lá fiquem com um video que explica muito bem uma poda "standard" de tomate cherry.

Passo 10 - Colheita

Este é sem duvida o melhor passo de todos e também o mais saboroso, ver crescer, tratar dia a dia e depois saborear algo a que "você" deu a vida é realmente muito bom.


Bom Apetite!!

Nota: Não esquecer que este é um exemplo de como fazer Hortas Caseiras Em 10 Passos e em que utilizei o Tomate Cherry como exemplo, fiquem atentos nas novas experiências que já estou a desenvolver e logo logo postarei aqui!

0 comentários:

Enviar um comentário